close
Sunset_Malapascua

Malapascua é uma pequena ilha ao norte de Cebu e um dos destinos das Filipinas que foram gradualmente se abrindo para o turismo. Você provavelmente já ouviu falar sobre El Nido ou Boracay que são os destinos mais populares e dos lugares que todo mundo quer ir. No entanto, para muitas pessoas, Malapascua continua a ser uma ilha perdida no meio do oceano. Por esta razão, ainda existem poucos hotéis, alguns restaurantes e pouca infraestrutura. Em alguns hotéis você só encontrará água fria e a internet é bastante irregular, então se sua ideia é trabalhar remoto da ilha, talvez você deva pensar duas vezes.

A ilha é tão pequena que suas ruas não são pavimentadas e você não vai encontrar nenhum carro. As pessoas geralmente se deslocam a pé ou de moto e, aliás, achamos um milagre que o google maps tenha mapeado as pequenas ruas de areia.

O sistema de coleta e reciclagem de lixo da ilha é bastante precário, embora alguns instrutores de mergulho estrangeiros que moram lá juram que estão educando a população para melhorar o sistema de reciclagem. Esperamos que sim, já que Malapascua precisa de ajuda ambiental urgente. É normal encontrar lixo em muitas de suas praias e é lamentável ver como esse mesmo lixo atinge seus santuários marinhos.

Se em suas férias você está procurando praias paradisíacas com água cristalina, areias brancas e muito espaço para nadar, deixe-me dizer que Malapascua não é o destino indicado. O lixo e a quantidade de algas na costa fazem com que as praias não se pareçam com o destino dos sonhos que você pode estar procurando. Por outro lado, Malapascua é um bom destino para mergulhar, descansar e desconectar da rotina. Muitos mergulhadores vão à ilha para nadar com o Tresher Shark e com arraias. Quando você caminha ao longo da sua praia mais famosa, Bounty beach, você vai ver muitas lojas de mergulho, restaurantes e bares e vai notar que cerca de 90% dos turistas vão exclusivamente para mergulhar com os tubarões.

A ilha tem excelentes restaurantes e ao entardecer, os bares começam a acender suas velas, e tochas enquanto o sol se põe, alguns com música ao vivo, gerando um ambiente perfeito para relaxar e se divertir.

Aqui deixamos nosso guia backpacker para que sua ida à Malapascua seja ainda mais fácil:

Como chegar

  1. A ilha de Cebu é a mais próxima com aeroporto internacional e de onde é mais fácil chegar a Malapascua. Você deve chegar ao Mactan Cebú international airport.
  2. Uma vez estando na cidade de Cebu, siga para o terminal de ônibus de Cebú North bus terminal. Na entrada do terminal alguém vai te perguntar: “Malapascua? E vão te dizer qual ônibus você deve ir.
  3. A plaquinha na frente do ônibus deve “Maya port”. Maya é o terminal de ônibus ao norte da ilha de Cebu. É bom saber:
    • O bilhete será pago durante a viagem e custará PHP200-PHP250 para a rota Cebu-Maya com ar-condicionado.
    • Os ônibus partem aproximadamente a cada hora de Cebu para o porto de Maya e são 24/7.
    • A viagem demora entre 4 e 5 horas.
    • Existem ônibus que param em cidades diferentes e outros que são mais diretos..
    • Muitos ônibus não têm cinto de segurança.
  4. Você descerá no porto de Maya que é a última parada do ônibus e lá você tem duas opções:
    a. Comprar um bilhete para ir em um barco público: Custa PHP100 + PHP20 para ir de canoa até o barco se a maré estiver baixa. Se você escolher esta opção, você terá que esperar pelo menos 15 passageiros para sair para Malapascua ou pelo menos é o que eles dizem. Mas não demora muito, principalmente se não for muito tarde. A viagem do porto de Maia para Malapascua dura cerca de 45 minutos.
    b. Pagas un bote privado que te va a llevar cuando tu decidas desde PHP1500 o más si es que es muy tarde.
  5. Espere ao lado dos moradores locais que vão pegar o barco. Quando você chegar em Malapascua, o barco vai deixá-lo na praia, então você vai ter que molhar seus pés/pernas para sair do barco.

Dados importantes:

  • Se houver menos de 15 pessoas, o responsável pelo barco vai se aproximar dos estrangeiros e perguntar se querem pagar um pouco mais para que o barco possa sair antes. Não pague! Eles vão ter que sair de qualquer jeito se for cedo para levar os moradores que trabalham na ilha. Você deve dizer que não está com pressa e esperar. Alguns minutos depois, eles dirão que o barco vai sair, com 10, 11 ou 12 pessoas.
  • O último barco sai antes das 17:00.
  • Não chegue na hora dos últimos barcos, você pode ter a má sorte de nenhum deles sair e ter que pagar caro por um barco particular ou procurar um lugar para dormir.

Onde dormir

Na ilha você encontrará opções de todos os tipos e preços, desde albergues com quarto e banheiro compartilhados, até hotéis semi luxuosos de frente para a praia. O que você não vai ver são resorts ou hotéis 5 estrelas. Nem todos os hotéis aparecem em booking.com, Agoda ou Google Maps, então uma boa opção é chegar cedo à ilha e procurar hospedagem estando lá. Para facilitar, damos algumas indicações de por onde começar:

Villa Sandra

É uma das opções mais baratas na ilha, tem boas críticas entre os mochileiros e você pode desfrutar de comida vegetariana muito boa e barata. Tem bangalôs com banheiros, quartos com banheiro compartilhado e dormitórios compartilhados. Não fica na praia, mas não demora mais de 10 minutos de caminhada entre o albergue e a praia. Todas as tardes, locais e estrangeiros enchem o lugar para escutar reggae e compartilhar da vibe do lugar.

Preço por noite: U$9 – U$25 aproximadamente.

Aabana beach resort

Esta guesthouse é uma das mais populares e com preços variados. Fica de frente para a praia, mas na parte mais tranquila da Bounty beach, a apenas 5 minutos dos bares e restaurantes.

Preço por noite: U$15 – U$67 aproximadamente.

Sharks tails (Purple Snapper)

É uma opção um pouco mais cara do que a Villa Sandra, mas você tem a opção de quarto com banheiro compartilhado ou com banheiro privado. A comida do restaurante é muito boa, e é famoso pelo seu hambúrguer e pelo café-da-manhã. O bar/restaurante tem uma mesa de bilhar e alguns jogos de tabuleiro para desfrutar de uma tarde agradável.

Preço por noite: U$15 – U$47 aproximadamente.

Ocean vida

É uma opção de preço menos mochileiro e muito mais cara que as anteriores. Este é um hotel que parece muito novo ao longo da praia, tem um café-restaurante onde oferecem sorvete caseiro, pão artesanal e café de qualidade. Durante as manhãs, eles colocam cadeiras para os clientes do hotel e à tarde montam pequenas mesas com puffs para sentar e apreciar o pôr do sol, tomar um sorvete ou tomar uma cerveja. Algumas noites eles têm música ao vivo.

Preço por noite: U$68 aproximadamente.

Ocean vida Bounty beach
Ocean vida
Evolution beach and dive resort

Esta não é uma das opções mais baratas da ilha, mas é uma das mais populares entre os mergulhadores que visitam Malapascua. É um lugar com comida deliciosa e fica bem em frente à praia

Preço por noite: u$40 – U$65 aproximadamente.

Onde comer

Embora aqui em Malapascua você não vai encontrar facilmente refeições muito baratas, como na cidade de Cebu ou algumas partes de Bohol ou Siquijor, pelo menos você tem possibilidades de comer relativamente barato e encontrar restaurantes muito bons. Pode parecer surpreendente, mas na ilha você encontrará restaurantes com pizza feita em forno a lenha, cafés excelentes, sorvete caseiro e pão artesanal fresco.

Ristorante Angelina

Famosa por suas pizzas feitas em forno a lenha, seus sucos naturais e deliciosas massas e por estar bem em frente a uma das praias mais famosas. Uma pizza custa em torno de PHP400 – PHP450

Ocean vida

Todas as tardes, o restaurante enche suas mesas com turistas esperando para ver o pôr do sol com uma bebida na mão, sentado em um puff e desfrutando de sua boa comida. Café, sorvete caseiro e sanduíches com pão artesanal são suas melhores opções. Não só é um excelente lugar para esperar o pôr do sol, mas também para desfrutar de um delicioso café da manhã.

Amihan

É o lugar perfeito para desfrutar da melhor comida italiana, massas frescas, peixes e frutos do mar com um copo de vinho e uma bela vista da baía.

Amihan Mapalascua
Amihan
Hipocampus

É outro dos restaurantes na praia de Bounty com pizza boa, sanduíches, massas e lanches. Suas bebidas não são a especialidade, mas muitos vêm à noite para apreciar a vista do pôr do sol e da atmosfera que se forma na praia.

Kokays maldito dive resort

É um restaurante onde você pode encontrar comida local e italiana e seu bar na praia está aberto 24 horas

Sharks tails (Purple snapper)

Embora não seja na beira da praia como os anteriores, tem um bar e uma mesa de bilhar. É famoso por seus sanduíches e hambúrgueres, mas sua comida local não fica muito atrás. Você encontrará pratos locais a um ótimo preço.

La isla bonita

Também não está na beira da praia, mas sua atmosfera é calma. Aqui você vai encontrar deliciosos pratos locais a um preço não super barato, mas moderado.

Manuhay

Comida local de todos os preços! Você pode encontrar desde PHP90 até PHP500 ou mais e com porções bem grandes. É no início da praia de Bounty e tem um ambiente muito descontraído.

Bares/Pubs

Sair pra balada em Malapascua é difícil porque não há muito lugar para sair para dançar por exemplo, mas o que você pode fazer é desfrutar de algumas bebidas em frente à praia com música ao vivo, ir para o Shark’s Tail ou o Other Place para jogar sinuca e tomar o famoso rum filipino ou alguma cerveja local. Na Villa Sandra alguns jovens vão comer barato e escutar reggae.

The other place

É um pequeno bar com mesa de sinuca, algumas mesas, luzes de discoteca e alguns reaggeton. Todas as noites turistas e moradores vão jogar uma partida de bilhar, tomar uma cerveja gelada ou conversar com os instrutores de mergulho e seus alunos. A sua localização exata não aparece no Google Maps, por isso colocamos uma estimativa aproximada, mas estando lá você pode perguntar

Villa sandra

Bar com muito reggae, boa vibes e comida vegetariana barata para grandes porções.

Hipocampus

Toda quarta-feira e sábado eles têm música ao vivo a partir das 19h00. O ambiente é muito calmo e descontraído, ideal para tomar uma cerveja em frente à praia.

Ocean vida

Como mencionamos antes, ideal para desfrutar de uma cerveja assistindo o pôr do sol e sua deliciosa comida.

Onde encher sua garrafa d’água

Como mencionamos no início, em Malapascua há alguns problemas com o lixo e especialmente com o plástico. Evite comprar água em garrafas plásticas! É melhor ir para os pontos de abastecimento de água para encher sua garrafa ou pedir água nos próprios hotéis e assim, não só você vai cuidar do planeta, mas  também estará economizando alguns pesos em sua viagem. Pergunte aos locais onde você pode encher a sua garrafa, eles terão todo o prazer te mostrar.

Que praias visitar

Opções de praia onde você pode entrar na água, não há muitas. Mas deixamos uma pequena lista das praias que você pode visitar durante sua visita a Malapascua.

Bounty beach

É a praia mais popular entre os turistas e onde você vai ver um dos crepusculos mais bonitos da sua vida. Nesta praia você encontrará o maior número de hotéis, bares e restaurantes da ilha. Ao anoitecer, os poucos turistas que chegam à ilha se reúnem para assistir ao pôr do sol e, em seguida, vêm para os bares na praia para apreciar a atmosfera de música ao vivo e velas nas mesas.
A praia tem areia mais ou menos densa e há pouquíssimos lugares onde a água parece azul-clara, o resto é mais escuro por causa das algas e grama que estão à beira do mar. Os pedaços de areia que estão na frente dos hotéis são na maior parte limpos, mas se você continuar ao sudeste da ilha você verá alguns barcos com lixo entre eles e é justamente por isso que os turistas não chegam até lá.

Blanco beach resort

Este não é o  nome original, e a gente não o encontrou no google, nem os locais souberam nos dizer. É a segunda praia mais popular entre os turistas, é do lado do Blanco Beach Resort, a pizzaria Angelina e o restaurante Amihan com vista para a baía. À primeira vista, pareceu ser uma das mais belas praias, com poucas algas no mar, a areia melhor do que a da Bounty Beach e a cor da água também. Você vê alguns hotéis e alguns outros restaurantes à beira-mar e barcos ancorados perto da costa. Mas, uma vez que você entra na água, você nota que ela não é tão limpa quanto parece.

Langob beach heaven

É a praia mais setentrional da ilha e onde há um enorme espaço para nadar, é uma praia tranquila e bonita. Ao contrário do Bounty, o mar parece mais azul claro, tem menos algas e pedras na praia, a areia é mais macia e não há nada além de um enorme pedaço de praia, sem quiosques para comprar nada, muito menos bares ou restaurantes. Dá pra chegar a pé ou de moto por cerca de PHP30 a PHP50. Ideal para fugir dos turistas de Bounty Beach.

Pilar pilapil resort beach

É das praias locais com menos lixo, embora haja muitas algas e pedras, há espaços de areia onde o mar fica entre azul e verde e você poderá tomar um banho tranquilo sem turistas. Dá pra chegar caminhando (30min) ou em moto.

Buceo

A principal atração turística de Malapascua é o mergulho, uma vez que é um dos poucos ou o único lugar onde você pode ver os Tresher Sharks. 90% dos turistas que vão à ilha mergulham ou fazem sua certificação PADI. Eramos os 10% que estavam apenas relaxando na praia, então não podemos dizer qual é a melhor escola de mergulho, mas aqui deixamos uma lista das que achamos ser melhor:

  • Devocean Divers Malapascua
  • French Kiss Divers
  • Evolution Beach and Dive Resort
  • Ocean Vida Beach and Dive Resort Malapascua (muitos instructores espanhóis)

A melhor opção é descobrir os preços e a estrutura da escola, uma vez que estão próximos uns dos outros. Em uma manhã, você pode reunir informações suficientes para decidir.

Tags : backpackingBeachesbudgetFilipinasMalapascuaTravellingviajes
Magdalena

The author Magdalena

Leave a Response